quarta-feira, 10 de julho de 2013

Australiana se casa com ponte de concreto na França


Dizem por aí que o amor é cego, mas Jodi Rose levou isso muito a sério, casando-se com seu "amado", uma ponte de concreto. Pois é isso mesmo, ela se casou com uma ponte erguida no século XIV na cidade de Ceret, no sul da França. A celebração teve a bênção do prefeito local com 14 convidados e fotógrafo.

Conforme o jornal “Daily Mail”, apesar da dificuldade do novo marido expressar seus sentimentos, a recém-casada disse que “ele é um ser muito presente, me sinto em paz e sendo fortemente abraçada”. “Ele me faz sentir ligada à terra e me chama para descansar das minhas intermináveis andanças nômades. Ele é fixo, estável, enraizado no chão, enquanto eu sou nômade, transitória, sempre na estrada”, explicou.

Jodi, apaixonadíssima, ainda disse que o marido é seu porto seguro. “Ele me dá um porto seguro, me traz de volta a mim mesma, sem tentar me manter amarrada ou escrava de suas necessidades ou desejos”, declara-se.

O casamento entre Jodi e Le Point du Diable (que pode ser traduzida, ironicamente, como Ponte do Diabo), teve até o momento em que os noivos recitam seus votos, além de anéis de compromisso feitos especialmente para os pombinhos. “Ele sabe que eu amo outras pontes – e homens -, a nossa relação é um amor que abraça os caprichos da vida”, escreveu a noiva em seu site.

“A Le Point du Diable é tudo o que eu poderia desejar em um marido – resistente, confiável, sensual e linda. Nós realmente trazemos alegria um para o outro”, disse. Declarou também que está completamente ‘devotada’ ao seu novo marido, e ainda tentou explicar como será o sexo com a ponte, mas essa parte é melhor deixar para lá…